BitCoin

quinta-feira, 17 de abril de 2014

Dieta do magnésio: mais saúde

O mineral funciona como uma pílula antigordura, que favorece a perda de medidas. Não é só: ainda diminui o stress e o risco de doenças cardíacas e regula o colesterol


Quanto menos magnésio no corpo, maior o cansaço
Foto: Shutterstock
Com o tempo cada vez mais escasso no dia a dia, é fácil acabar descuidando da alimentação, dormir tarde e se estressar por qualquer motivo. Essa rotina conturbada tem sido considerada por muitas mulheres a justificativa para frequentes dores de cabeça, cansaço e aumento de peso. No entanto, cientistas americanos garantem que o que parece normal não é bem assim. Na verdade, todos esses males podem ser sinal de redução dos níveis de magnésio no sangue. O que isso significa? Esse mineral tem uma função fundamental em mais de 300 reações do nosso corpo, entre elas, a disposição. Ou seja, quanto menos magnésio, maior o cansaço. Segundo a médica e nutricionista Carolyn Dean, autora do livro How To Change Your Life With Magnesium (Como Mudar Sua Vida com Magnésio, em tradução livre para português), a falta de energia tende a nos levar a fazer escolhas pouco saudáveis e ainda desestimula a praticar exercícios — o que engorda. Em uma pesquisa realizada pela médica Dean, nos Estados Unidos, descobriu-se que 70 % das mulheres não consomem quantidades suficientes de magnésio nas refeições diárias.

Superalimentos

Com uma dieta rica em magnésio é possível manter os níveis do mineral em alta no organismo, sem a necessidade de apelar para as pílulas de suplementos vitamínicos. A nutricionista Ana Paula Souza, especialista em fisiologia humana, nutrição funcional e esportiva (SP), avisa que o consumo deve ser diário para surtir efeitos, como a redução da ansiedade e a perda de medidas. No geral, aumente a ingestão de verduras verdes, ricas em clorofila, porque a proteína que compõe esse pigmento fotossintético das plantas forma uma camada em volta da molécula de magnésio, ajudando o mineral a ser mais bem absorvido pelo metabolismo. Além disso, os vegetais verdes contêm magnésio, cálcio, vitaminas do complexo B, vitamina C e fibras. Sementes, castanhas e feijões são igualmente excelentes fontes de magnésio. A nutricionista sugere abaixo as comidinhas que você deve incluir no dia a dia para suprir as necessidades do nutriente.
• Frutas e hortaliças: abacate, banana, folha de beterraba, beterraba, grão-de-bico, figo seco, ervilha, mandioca, lentilha, quiabo, batata com casca, fécula de batata, uvas-passas, algas marinhas, soja, espinafre, brócolis, couve.

Grãos e derivados: cevada, granola, aveia, farelo de aveia, arroz integral, farelo de milho, farelo de arroz, farelo de trigo, farinha de centeio, gérmen de trigo, farinha de trigo integral.

Nozes e sementes: amêndoas, castanhas, amendoim, pistache, soja, nozes, sementes de abóbora, girassol e gergelim. Esses itens secos fornecem mais magnésio do que os torrados.

Magnésio x Gordura

A deficiência do mineral afeta diretamente as glândulas suprarrenais, que regulam as respostas do corpo ao stress. De acordo com Carolyn Dean, a baixa do nutriente libera um excesso de adrenalina, que aumenta o nervosismo e a ansiedade em situações de crise. “Quando os níveis tornam-se equilibrados — com a ajuda de uma alimentação rica em magnésio ou o uso de suplementos —, a quantidade de cortisol, hormônio do stress que favorece o acúmulo de gordura especialmente na região abdominal, é diminuída”, diz a nutricionista funcional Vanessa Portella (RJ). Mas a expert alerta: para um emagrecimento eficaz não adianta só suplementar o magnésio, é fundamental também seguir uma dieta de baixas calorias (1200/dia) e praticar atividade física.

Um cardápio com boas doses de magnésio é fundamental para que o metabolismo utilize a glicose adequadamente, evitando assim que ela se acumule na corrente sanguínea e leve o organismo a criar uma resistência à insulina. O magnésio reduz em até 51% esse processo, propiciando um equilíbrio do açúcar no sangue, segundo pesquisa da Universidade de Yale (EUA). O mineral ainda aumenta a quantidade de células receptoras de vitamina D, nutriente que dificulta o crescimento das células de gordura, elevando a queima lipídica em 80%.

Saúde global

Quando uma pessoa tem deficiência de magnésio é comum ela apresentar ansiedade, irritabilidade, depressão e insônia. O mineral é fundamental para a produção de serotonina, um neurotransmissor que regula o humor. também é necessário à formação óssea, e a deficiência desse nutriente é frequentemente verificada em pacientes com osteoporose. “Sabe-se ainda que o consumo de magnésio colabora para a redução da incidência de doenças cardiovasculares e diabetes”, diz Serena del Favero, nutricionista do Centro de Cardiologia do exercício e esporte do Hospital Israelita Albert Einstein (SP). a quantidade suficiente de magnésio no organismo atua também na musculatura: ele garante a contração muscular e seu correto relaxamento, prevenindo tensão e espasmos que pressionam os ossos do corpo e provocam dores (de cabeça, nas costas e até fibromialgia). De acordo com pesquisas americanas, os níveis adequados de magnésio no organismo reduzem muitos outros males.



DIETA DO MAGNÉSIO
Cardápio de 1200 calorias elaborado pela nutricionista Ana Paula Souza (SP)
1º DIA
Café da manhã
1 xícara (200 ml) de leite com aveia
1 fatia de pão integral
1 colher (sobremesa) de pasta de ricota light
Lanche da manhã
1/2 mamão papaia pequeno
1 colher (sopa) de aveia em flocos
Almoço
1/2 prato (sobremesa) de alface lisa
1/2 prato (sobremesa) de agrião
1 colher (sopa) de grão de bico
2 colheres (sopa) de arroz integral
1 filé de salmão (médio) grelhado
2 colheres (sopa) de brócolis cozido
Lanche da tarde
1 copo de suco de abacaxi
4 biscoitos integrais salgados com 1 colher (sopa) de requeijão light
Jantar
1/2 prato (sobremesa) de alface lisa
1 batata doce pequena (100 g)
1 colher (sopa) de cenoura cozida
1 filé de frango médio grelhado
½ copo (150 ml) de suco de uva integral
Ceia
15 amêndoas sem sal
2º DIA
Café da manhã
1 copo (200 ml) de suco de laranja com morango (2 laranjas + 4 morangos + água + 1
colher de quinoa)
1 fatia de pão de centeio
1 fatia de queijo minas
Lanche da manhã
1 banana
Almoço
1 prato (sobremesa) de rúcula e alface mimosa
2 colheres de sopa de arroz integral
3 fatias de tomate com 2 rodelas de cebola
3 colheres (sopa) ervilha
1 filé de boi de alcatra grelhado
2 colheres de sopa de quiabo ou espinafre refogado

Lanche da tarde
1 copo de vitamina de abacate com adoçante (leite desnatado 200ml + 3 pedaços de
abacate 150 g)
Jantar
1/2 prato (sobremesa) de alface crespa
5 rodelas de pepino com casca
2 colheres (sopa) de beterraba crua
Omelete de 2 claras em panela com fio de azeite
Ceia
1 iogurte zero açúcar com 1 colher (chá) de aveia+1 colher de linhaça+1 uva passas
3º DIA
Café da manhã
1 copo de leite + 1 colher (sopa) achocolatado
2 torradas com geleia diet de damasco
Lanche da manhã
8 amêndoas sem sal + 2 castanhas do Pará
Almoço
1 prato (sobremesa) de agrião+ pepino
2 colheres (sopa) de vagem cozida picada
2 colheres de sopa de mandioquinha salsa
3 colheres (sopa) de feijão
3 colheres de sopa de arroz integral
4 colheres (sopa) de carne moída refogada
1 laranja
Lanche da tarde
1 copo de suco de abacaxi +1 folha de couve sem caule + 3 folhas de hortelã+ adoçante
1 fatia de pão integral + 1 colher (sobremesa) de pasta de ricota light
Jantar
1 pão sírio integral + recheio de 2 colheres (sopa) Atum+ 1 colher (sobremesa) de maionese light + 1 colher (sobremesa) cenoura
1 copo de suco(250 ml) de frutas vermelhas (acerola+gojiberry+laranja)
Ceia
1 xícara de chá de hibisco ou 1 taça de mousse de damasco light (ferva 150 g de damasco por 10 minutos. Despreze a água e bata o damasco no liquidificador com 1 copo de iogurte natural desnatado. Coloque a mistura em taças e deixe na geladeira por 2 horas.).

4º DIA
Café da manhã
1 copo médio (200 ml) de leite desnatado
1 xícara de café com adoçante
1 fatia de pão de pão integral
1 colher(chá) de manteiga
Lanche da manhã
2 castanhas-do-pará+ 1 figo seco
Almoço
1 prato (sobremesa) de alface crespa + almeirão+ cenoura ralada+gergelim
4 colheres (sopa)de arroz com lentilha
1 filé de linguado cozido médio
2 palmitos picados
Lanche da tarde
1 copo (200 ml) de iogurte morango light batido com a mesma medida de leite
desnatado e adoçante
Jantar
1 prato (sobremesa) de alface roxa+ 2 palmitos
10 unidades de tomate cereja e 4 unidades de mussarela de búfala + orégano+azeite + limão
2 colheres de arroz
1 mexerica
Ceia
1 xícara de chá de hortelã
5º DIA
Café da manhã
1 copo de suco de couve+ laranja+ maçã+ água
1 fatia de pão integral
1 colher (chá) de requeijão light
Lanche da manhã
1/2 mamão papaia
Almoço
1 prato (sobremesa) de repolho cru +abacaxi picado+ gengibre
4 colheres de arroz
3 colheres (sopa) de feijão
2 colheres (sopa) de beterraba cozida
1 coxa de frango ensopada
Lanche da tarde
1 iogurte + gojiberry+ banana ouro
Jantar
1 pires de couve picada com manga
5 colheres de sopa de nhoque à bolonhesa
1 colher (sopa) de salsinha picada
½ copo de suco de maracujá
Ceia
1 xícara de chá de salada de frutas

sábado, 12 de abril de 2014

Magnésio - ele está no centro exato da vida biológica !

A simplicidade do magnésio

Se estes pesquisadores abrissem um pouco os olhos veriam que a base da verdade científica na medicina
está no magnésio, pois ele está no centro exato da vida biológica, assim como o ar e a água.

Simples assim.

Sem o magnésio nosso corpo colapsa, entra em pane, perde a energia, não consegue efetuar reparos aos danos sofridos.

O cloreto de magnésio pode ser considerado como uma solução médica milagrosa para a humanidade.

Quando os níveis celulares baixos são corrigidos é isso que parece, que um milagre ocorreu.

Inúmeras queixas se vão sem nenhum dos remédios modernos, que intoxicam e não cumprem o papel de curar.







RB: Procure saber mais a respeito e cure-se, cure alguém, quem você ame, quem você sabe que precisa.

quinta-feira, 10 de abril de 2014

Cloreto de Magnésio contra bico de papagaio, nervo ciático, coluna, calcificação, etc!!!

Autor: J. Beno Shorr (*) Quem sofre de bico de papagaio, nervo ciático, coluna e calcificação pode curar-se de forma perfeita, indolor, fácil e barata. E tem, ao mesmo tempo, a cura de todas as doenças causadas pela carência de cloreto de magnésio no passado, até a artrose.
Minha cura: Iniciei minha cura aos 61 anos. 
Dez anos antes, eu estava quase paralítico, sentia pontadas agudas na região lombar - um bico de papagaio incurável, segundo o médico. Mas reparei ser reumatismo, que curei com Ketacil, esquecendo-me, então, do bico de papagaio que antes já provocava um peso crescente na barriga da perna direita. 
Após cinco anos, o peso virou dor e, apesar de todos os tratamentos, só aumentava. 
Dois anos depois atinei com a causa: mal me levantava da cama um formigamento descia pela perna até os pés. Ao abaixar-me, o formigamento cessava; erguia-me ele voltava. Repeti as duas posições. 

Deduzi que só poderia ser aquele bico de papagaio, que apertava o nervo ciático na terceira vértebra, quando em pé; curvando-me, lhe dava folga.
Fiz então meus trabalhos, o mais possível sentado. Havia anos que fazia tudo sentado, menos a missa, o que era um tormento. E adiava a viagem à ilha de Marajó, onde devia completar a rede de rádio-telefonia de 48 estações em 6 Estados. Após seis meses, viajei, esperando melhorar naquele eterno verão.
Mas piorou de vez. Rezava a missa sentado e sentado orientava meus ajudantes a montar os mastros e esticar as antenas por cima dos telhados.
Sem tardar, voltei a Florianópolis com novas radiografias e procurei um especialista. Agora já era um bando de bicos de papagaios, calcificados, duros em grau avançado.
 Nada se poderia fazer. As dez aplicações de ondas curtas e distensões da coluna não detiveram a dor, a ponto de nem mais deitado eu poder dormir. Ficava sentado, até quase cair da cadeira, de tanto sono. 
Foi quando atinei que podia dormir enrolado ou sentado para fugir da dor. E então? Assim, desenganado, apelei ao bom
Deus. 'Estás vendo a tua criatura'? Não lhe custava dar um jeitinho...

Providencialmente, fui ao Encontro dos Jesuítas Cientistas, em Porto Alegre, e o Padre Suarez me disse ser fácil a cura com cloreto de magnésio, mostrando-me o pequeno livro do Padre Puig, jesuíta espanhol que descobriu o uso do cloreto de magnésio: sua mão era dura de tão calcificada, mas, com este sal, ficou móvel como a de uma menina; o mesmo aconteceu com parentes seu. 
E brincando, ele disse: 'Com este sal só se morre dando um tiro na cabeça ou por acidente'.

Em Florianópolis, logo comecei a tomar uma dose pela manhã e uma à noite; mesmo assim continuei dormindo encolhido até o 20º dia; naquela manhã, porém, acordei estirado na casa, sem dor. 
Mas caminhar ainda era um sofrimento. Depois de 30 dias, eu me levantei sentindo-me estranho: 'Será que estou sonhando? Nada mais me doía! Dei até uma voltinha pela cidade, sentindo, contudo, o peso de 10 anos antes. Aos 40 dias caminhei o dia inteiro sentindo menos peso; três meses depois minha flexibilidade aumentava. Dez meses já se passaram e me dobro quase como uma cobra'.
Outros efeitos: O cloreto de magnésio arranca o cálcio dos lugares indevidos e o fixa solidamente nos ossos. Ainda mais: minha pulsação que sempre estava abaixo de 40 - eu já pensava em marca passo - normalizou-se. 
O sistema nervoso ficou motorialmente calmo, ganhei maior lucidez, meu sangue estava descalcificado e fluido. As freqüentes pontadas do fígado desapareceram. A próstata, que eu deveria operar assim que tivesse uma folga nos trabalhos, já não me incomoda muito. 
Houve ainda outros efeitos, a ponto de várias pessoas me perguntarem: 'O que está acontecendo com você?' Está mais jovem! 'É isso mesmo'. Voltou-me a alegria de viver. Por isso, me vejo na obrigação de repartir o 'jeitinho' que o bom Deus me deu. 
 
Centenas se curaram em Santa Catarina depois de anos de sofrimento com males da coluna, artrose etc.
Importância do cloreto de magnésio: O cloreto de magnésio produz o equilíbrio mineral, anima os órgãos em suas funções (catalisadoras), como os rins, para eliminar o ácido úrico nas artroses; descalcifica até as finas membranas nas articulações e as escleroses calcificadas, evitando enfartes; purificando o sangue vitaliza o cérebro, desenvolve ou conserva a juventude até alta idade.

O cloreto de magnésio é, de todos os sais, o menos dispensável, como o professor na aula. Uso: após os 40 anos, o organismo absorve sempre menos cloreto de magnésio, produzindo velhice e doenças. Por isso deve ser tomado conforme a idade: dos 20 anos aos 55 anos 1/2 dose, ou seja, meio cálice; dos 55 anos aos 70 anos, uma dose (um cálice), dos 70 anos aos 100, uma dose pela manhã e 1 dose à noite.
Atenção: Para quem vive na cidade e ingere alimentos de baixa qualidade (refinados e enlatados) recomenda-se uma dose um pouco maior, e para pessoas do campo um pouco menos.

O cloreto de magnésio não cria hábito, mas ao deixá-lo perde-se a proteção. Com o uso do cloreto de magnésio há tendência à eliminação das doenças e uma diminuição significativa do desgaste natural. Só não se deixe levar pelo comodismo, até que uma doença se instale; porque viver com dores e mal estar se é possível gozar de uma saúde radiante?

O cloreto de magnésio não é remédio, mas alimento. E não tem contra-indicação. É compatível com qualquer medicamento simultâneo. O adulto precisaria obter dos alimentos o equivalente a três doses; se não conseguir, pode aumentar um pouco a dose diária para não adoecer; dificilmente se ultrapassa o limite, pois as doses indicadas para pessoas de 40 a 100 anos são mínimas.
O cloreto de magnésio põe em ordem todo o corpo e é indicado para homens e mulheres. No caso das mulheres ele ajuda a prevenir osteoporose.
Recomendações: Quem sofre de bico de papagaio, obesidade, nervo ciático, coluna, arteriosclerose, rins, calcificação, surdez por calcificação, deve iniciar o tratamento com uma dose pela manhã, uma dose à tarde, uma dose à noite. Quando curado, deve-se tomar o cloreto de magnésio como preventivo, isto é, conforme a idade.
Artrose: o ácido úrico se deposita nas articulações do corpo, em particular nos dedos, que até incham. Isso resulta de uma falha no funcionamento dos rins, justamente por falta do cloreto de magnésio.
Tenha cautela: se um rim talvez já esteja se deteriorando, tome apenas uma dose pela manhã. Se em 20 dias não sentir melhoras e não cessar a anormalidade, tome uma dose pela manhã e uma dose à noite.
Depois de curado, continue com as doses normais, como preventivo.
Próstata: aqui vou citar um exemplo. Um homem muito idoso já não conseguia urinar. Algum tempo antes da operação, lhe deram cloreto de magnésio como preparação, e ele começou a melhorar. 

Depois de uma semana sentia-se bem, e a operação foi cancelada. Há casos em que a próstata regride, às vezes, ao normal, tomando-se 2 doses pela manhã, duas doses à tarde, duas doses à noite. Ao melhorar, tome a dose preventiva.
Outros problemas: como reumatismo, rigidez muscular, impotência sexual, câimbras, tremores, frigidez, artérias duras, falta de atividade cerebral, sistema nervoso: uma dose pela manhã, uma dose à tarde, uma dose à noite. Sentindo-se melhor, passar para a dose preventiva.
Preparo: como preparar e usar a solução de cloreto de magnésio: dissolver 33 gramas de cloreto de magnésio (essa dosagem já está à venda, em farmácias - em 2004 custava R$ 1,20 - em 1 litro de água filtrada, melhor fervida).  Depois de bem misturado, colocar em vasilhames de vidro (não de plástico) e guardar na geladeira.
A dose é um cálice de licor segundo a idade: dos 20 anos aos 55 anos 1/2 dose, ou seja, meio cálice; dos 55 anos, aos 70 anos, uma dose (um cálice), dos 70 anos aos 100, uma dose pela manhã e 1 dose à noite.
Onde encontrar: em farmácias de produtos naturais ou mesmo nas alopáticas.
(*) O autor, falecido com 93 anos, em maio de 2005, era Padre Jesuíta e Professor de Física, Química e Biologia do Colégio Catarinense, em Florianópolis, Santa Catarina .

quarta-feira, 9 de abril de 2014

Provérbios sobre gerenciamento de Projetos

por Lilian Barrey
Olá amigos redatores e leitores!

Depois de muito tempo distante, resolvi compartilhar um artigo que li em um site e apesar de ser uma mistura de diversão, verdades e nem tantas e não não ser um assunto muito sério, compartilharei da mesma forma com vocês...

Então ai vão alguns "provérbios" vamos tratar assim, sobre gerenciamento de projetos:

01 – Você não consegue produzir um bebê em um mês usando nove mulheres.

02 – O mesmo trabalho, sob as mesmas condições será estimado de forma diferente por 10 diferentes analistas ou por um mesmo analista em 10 diferentes vezes.

03 – A palavra mais útil e menos usada em gerenciamento de projetos é “NÃO”.

04 – Você pode convencer um idiota a assumir um prazo irreal, porém, você não pode obrigá-lo a cumpri-lo.

05 – O prazo mais ridículo é o mais caro e dificultoso de se cumprir.

06 – Quanto mais desesperada a situação, mais otimista ela o é.

07 – Poucas pessoas em um projeto conseguem resolver os problemas – porém muito mais pessoas criam problemas acima da capacidade das primeiras resolverem.

08 – Você pode congelar os requisitos de um sistema, porém não consegue congelar as expectativas.

09 – Congelamento de requisitos e o abominável homem das neves são parecidos – ambos são mitos e ambos se derretem quando calor apropriado é aplicado aos mesmos.

10 – As condições sob as quais uma promessa e feita são esquecidas, porém, a promessa será sempre lembrada.

11 – Aquilo que você não conhece o ferirá.

12 – Um usuário somente falará o que lhe for perguntado – nada mais.

13 – Diante de varias interpretações de um comunicado, a menos conveniente é a mais correta.

14 – O que não está escrito, não existe ou não foi dito.

15 – Parkinson e Murphy estão vivos e muito bem – no seu projeto.

16 – Quem não sabe aonde vai, nunca chega.

17 – Para quem está perdido, qualquer caminho serve.

18 – Para quem está perdido, um mapa não resolve.

19 – Noventa por cento do trabalho em um projeto, equivalem a 90% do planejado, os outros dez por cento, consomem os restantes 90% do trabalho.

20 – Prazo de sistemas e fidelidade são promessas difíceis de se cumprir.

21 – A única situação onde você tem tudo sob controle é quando você está morto.

22 – A demissão de um elemento da equipe, quase sempre é a preservação do emprego do resto.

23 – Depois que passei a estudar mais, trabalhar mais e planejar melhor, minha sorte mudou.

24 – Em projetos, não confunda folga nos prazos, com prazos dos folgados.

25 – Normalmente coisas ruins estão ligadas à palavra “usuário” – usuário de drogas, usuário de ônibus, usuário de álcool, usuário de sistemas. . .

26 – No caso de uma crise total no andamento de seu projeto – melhor do que a presença de espírito é a ausência de corpo.

27 – A logística de um projeto sempre exige àquilo que você esqueceu.

28 – Reunião sem pauta vira happy-hour.

29 – Reunião sem ata, não existiu.

30 – Para o usuário – o que você esqueceu sempre é o mais importante.

31 – Em projetos – quando um cachorro te morde, não é boa política correr e morder a perna do cachorro (porém, você pode sutilmente, colocar veneno na sua comida).

32 – O mérito por um projeto bem sucedido é como o funcionamento de um haras – A égua é um animal tão forte quanto o cavalo, e quando ela entra no cio, se torna violenta e trata o seu pretendente a coices e mordidas durante as preliminares sexuais. Como o cavalo puro-sangue é um animal muito valioso, o haras, para não machucá-lo, mantém um plantel de cavalos de baixa categoria (pangarés), chamados de rufiões e durante as preliminares sexuais, é sempre colocado um ou mais desses pangarés para exaurir a fêmea e esse animal (normalmente menor do que a égua) sofre o diabo nas patas e dentes da fêmea no cio, adicionalmente, esses pangarés têm uma cirurgia em seu pênis de forma a deixá-lo torto para evitar que acidentalmente consiga êxito. Quando a égua está exausta e receptiva ao macho, o pangaré babando é retirado e é substituído por um puro-sangue para a parte final do processo (óbvio a melhor parte). Em projetos de sistemas, sempre existe um plantel de pangarés que sofre todos percalços do projeto, isto é, todos coices e mordidas, e na hora da inauguração são substituídos, isto é, será chamado o puro-sangue de plantão para receber a melhor parte (promoção, prêmios, parabéns, elogios, etc.).

33 – Quando tudo estiver perdido – finja-se de morto. [pelo menos, por enquanto, as pessoas ainda respeitam os mortos (por um dia)].

34 – Equipe muito grande em projetos é como chinês fazendo túnel, eles colocam um buzilhão de chineses de um lado da montanha e outro buzilhão do outro lado. Se tudo der certo eles fazem um túnel, se der errado eles fazem dois.

35 – Equipe muito grande é como dinossauro, você tira um bife da ponta do rabo, até a dor chegar ao cérebro leva dois anos.

36 – Grupo de trabalho – quando você está dentro é equipe ou grupo de trabalho; quando você está fora é panela.

37 – Todo chefe tende a ser incompetente. (Peter, L.J.)

38 – Para tocar o seu projeto, conheça bem: o organograma, o mandograma, o orfacograma, o mafiograma, e fundamentalmente, o secretariograma.

39 – Se tudo aparentemente está andando bem, é porque você não olhou direito.

40 – A empresa só te paga para trabalhar, quando você fica nervoso isso é de graça.

41 – Todo membro incompetente da sua equipe é zelosamente pontual nos horários de entrada, almoço e saída. Porém, sua presença não agrega conteúdo, portanto, atrapalha a pontualidade dos prazos do projeto.

42 – A inteligência total do universo é constante, porém, continuam nascendo mais pessoas.

43 – A proporção de analfabetos de ontem com os de hoje, continua a mesma, porém, os analfabetos de hoje, sabem ler e escrever. (Moravia, A.)

44 – Nem se deita vinho novo em odres velhos; do contrário se rebentam, derrama-se o vinho, e os odres se perdem; mas deita-se vinho novo em odres novos, e assim ambos se conservam. (Bíblia, Matheus 17). Leitura sistêmica, não desperdice códigos novos em sistemas velhos e nem remonte sistemas velhos para ficarem novos.

45 – Quando seu chefe diz que vai colocar alguém para te ajudar, provavelmente você já foi demitido, é só uma questão de tempo.

46 – Quando o teu chefe pede para colocar no papel a sua brilhante idéia, é porque ele nunca vai vê-la.

47 – Reunião com mais de 2 horas, vira big brother.

48 – Não existe conflito quando a hierarquia é diferente.

49 – Quando um funcionário lhe procura para contar sobre uma idéia e você pede para que ele coloque no papel a sua idéia, essa atitude é a melhor maneira de bloquear a criatividade.

50 – Só erra quem esta inovando.

51 – O inferno não é tão ruim quando você é amigo do diabo.

52 – Qualquer que seja o seu projeto, ele nunca andará se a liderança estiver não mãos de um acadêmico, principalmente se o mesmo for doutor.

53 – A melhor maneira de um projeto não sair é designar uma equipe para decidir sobre a implementação do mesmo.

54 – Decisões são processos democráticos (toma-se em grupo), fazer é um processo ditatorial (deve ter um mandando). Adizes.

55 – Respeito aos membros da equipe alem de humano, protege os dentes.

56 – Respeito de forma geral protege os dentes.

57 – Membro canalha da equipe, é como cobra, só não te morde se estiver morto.

58 – “Bandido” em equipe de trabalho não é ser humano é doença oportunista.

59 – Os maus funcionários de uma equipe tendem a cada dia serem piores, pois todas noites de suas vidas eles são obrigados a dormir com um incompetente.

60 – Funcionária incompetente que sabe administrar a “piriquita” estraga a equipe e prejudica a empresa.

61 – Superior que transa com funcionária incompetente dando em troca favores profissionais, atingiu o nível mais baixo de inferioridade que o ser humano pode chegar.

62 – Ver um ser humano julgando a outro, é um espetáculo que me mataria de rir se não me causasse pena. Pitigrilli.

63 – Estola de peles é um animal que trocou de dono. Pitigrilli.

64 – Ninguém engole sapo pelo valor nutritivo do bicho. Veríssimo.

65 – Tirado de uma fonte é cópia, tirado de duas é plágio, porém, tirado de três é pesquisa.

66 – Não importa a qualidade de seu trabalho, a banca formada por acadêmicos só sabe ver a forma.

67 – Para ferrar o projeto da concorrência, indique um doutor para ajudá-los.

68 – Reconhecimento de chefe e coice de porco são parecidos, ambos são raros e quando ocorrem são curtos.

69 – Quando o gerente encontra a equipe feliz, ele fica infeliz, se perguntando onde foi que errou, não entendendo porque as pessoas estão contentes e rindo.

70 – Dize-me do que te gabas e direi o que te faltas. Freud.

71 – Em sistemas deve ser abolido o termo subentendido.

72 – As relações humanas contrariam as leis da física: quando efetivas, o somatório das partes é maior do que o todo; e quando falsas, o somatório do todo é menor do que as partes.

73 – O diabo tem dois nomes: esposa e gerente.

74 – Em projetos para calcular a parábola formada por uma pedra atirada a 30 metros, existem analistas que entrevistam a pedra.

Que a TV, o Vídeo, os CDs e os PCs estejam sempre ligados

Esse texto dá muito o que pensar..... na forma como você está emaranhado na teia!!!


  A  REUNIÃO

Satanás convocou uma  Convenção Mundial de demônios.


Em seu discurso  de abertura, ele disse:


"Não podemos impedir os cristãos de irem  igreja".


"Não podemos impedi-los de lerem as suas Bíblias e conhecerem  a verdade".


Nem mesmo podemos impedi-los de formarem um relacionamento  íntimo com o
seu Salvador".


"E, uma vez que eles ganham essa conexão com  Jesus, o nosso poder sobre
eles está quebrado ".


"Então, vamos deixá-los  ir para as suas igrejas; vamos deixá-los com os
almoços e jantares que  nelas organizam, MAS, vamos roubar-lhes o tempo que
têm, de maneira a  que não sobre tempo algum para desenvolver um
relacionamento com Jesus  Cristo".


"O que quero que vocês façam é o seguinte", disse o  diabo:


"Distráia-os ao ponto de que não consigam aproximar-se do seu  Salvador,
para manterem essa conexão vital durante o dia todo!"



"Como  vamos fazer isto ? " gritaram os seus demônios.



"Mantenham-os ocupados nas  coisas não essenciais da vida, e inventem
inumeráveis assuntos e situações  que ocupem as suas mentes,"
respondeu-lhes ele.


"Tentem-os a gastarem,  gastarem, gastarem, e tomar emprestado, tomar
emprestado, tomar  emprestado"


"Persuadam as suas esposas a irem trabalhar durante longas horas,  e os
maridos a trabalharem de 6 a 7 dias por semana, durante 10 a 12  horas por
dia, a fim de que eles tenham capacidade financeira para  manter os seus
estilos de vida fúteis e vazios."


" Criem situações que  os impeçam de passar algum tempo com os filhos"


"À medida em que suas  famílias se forem fragmentando, muito em breve seus
lares já não mais  oferecerão um lugar de paz para se refugiarem das
pressões do  trabalho".



"Estimulem suas mentes com tanta intensidade, que eles não possam  mais
escutar aquela voz suave e tranqüila que orienta seus  espíritos".


"Induzam todos a ligarem o radio ou o toca-fitas sempre que  estiverem
dirigindo. 


Que a TV, o Vídeo, os CDs e os PCs estejam sempre  ligados, (uns
ou outros...) constantemente em seus lares, e providenciem  que todas as
lojas e todos os restaurantes do mundo toquem constantemente  música que
não seja bíblica".


"Isto entupirá as suas mentes e  quebrar aquela união com Cristo".


"Encham as mesinhas de centro de todos os  lugares com revistas e jornais".

"Bombardeiem as suas mentes com  noticias, 24 horas por dia".


"Invadam os momentos em que estão dirigindo ,  fazendo-os prestar atenção à
cartazes chamativos".


"Inundem as  caixas de correio deles com papéis totalmente inúteis,
catálogos de lojas  que oferecem vendas pelo correio, loterias, bolos de
apostas, ofertas  de produtos gratuitos, serviços, e falsas esperanças".


"Mantenham lindas e  delgadas modelos nas revistas e na TV, para que seus
maridos acreditem que a  beleza externa é o que importante, e eles se
tornarão mal satisfeitos  com suas próprias esposas".


"Mantenham as esposas demasiadamente cansadas  para amarem seus maridos à
noite, e dê-lhes dores de cabeça também".


"Se  elas não dão à seus maridos o amor que eles necessitam, eles então
começam  a procurá-lo em outro lugar, e isto, sem dúvida, fragmentará as
suas  famílias rapidamente."


"Dê-lhes Papai Noel, para distraí-los da necessidade  de ensinarem aos seus
filhos, o significado real do  Natal."


"Dê-lhes o Coelho da Páscoa, para que eles não falem sobre  a ressurreição
de Jesus, e o Seu poder sobre o pecado e a  morte."


"Até mesmo quando estiverem se divertindo, se distraindo, que seja  tudo
feito com excessos , para que ao voltarem dali estejam exaustos  !".


"Mantenha-os de tal modo ocupados que nem pensem em ir andar ou ficar  na
Natureza, para refletirem na criação de Deus. 


Ao invés, mande-os  para Parques de Diversão, acontecimentos esportivos, 
peças de  teatro, concertos e ao cinema. Mantenha-os ocupados, ocupados ocupados  ! "

"E, quando se reunirem para um encontro, ou uma reunião  espiritual,
envolva-os em mexericos e conversas sem importância, para que,  ao saírem,
o façam com as consciências pesadas".


"Encham as vidas de todos  eles com tantas causas nobres e importantes a
serem defendidas que não  tenham nenhum tempo para buscarem o poder de
Jesus".


"Muito em breve,  eles estarão buscando em suas próprias forças, as
soluções para seus  problemas, e para as causas que defendem, sacrificando
sua saúde e  suas famílias pelo bem da causa."


"Isto vai funcionar !! Vai funcionar  !!"


Este era um "senhor" plano !!


Os demônios ansiosamente partiram para  cumprirem as determinações do
chefe, fazendo com que os cristãos, em  todo o mundo, ficassem mais
ocupados, e mais apressados, indo daqui para  ali, e vice-versa.


Tendo muito pouco tempo para Deus e para suas  famílias.
Não tendo nenhum tempo para contar a outros sobre o poder de Jesus  para
transformar vidas.


Creio que a pergunta é: teve o diabo sucesso nas  suas maquinações ?
 

 Seja você o juiz  !!!!

O artigo feminino deixou as reticências de lado...

Vale apena registrar este e-mail que circulou em 2005.

Esta é uma redação feita por uma aluna do curso de Letras, da UFPE -
Universidade Federal de Pernambuco - Recife, que obteve vitória em um
concurso interno promovido pelo professor titular da cadeira de Gramática
Portuguesa. (Publicada na coluna LIVRE PENSAR, de Ivaldo Gomes).




 "Era  a  terceira  vez que aquele substantivo e aquele artigo se encontravam  no  elevador. Um substantivo masculino, com um aspecto plural, com alguns anos bem vividos pelas preposições da vida. 

E o artigo era bem definido, feminino, singular: era  ainda novinha, mas com um maravilhoso predicado  nominal. Era ingênua, silábica, um pouco átona, até ao contrário dele: um sujeito oculto, com todos os vícios de linguagem, fanáticos por leituras e filmes ortográficos.  

O substantivo gostou dessa situação: os dois  sozinhos,  num  lugar  sem ninguém ver e ouvir. 

E sem perder essa oportunidade,  começou  a  se  insinuar, a perguntar, a conversar. O artigo feminino deixou as reticências de lado, e permitiu esse pequeno índice.


De  repente, o elevador pára, só com os dois lá dentro: ótimo, pensou o
substantivo, mais um bom motivo para provocar alguns sinônimos. 


Pouco tempo depois,  já  estavam  bem entre parênteses, quando o elevador recomeça a se movimentar:  só  que  em  vez de descer, sobe e pára justamente no andar do substantivo.  

Ele usou de toda a sua flexão verbal, e entrou com ela em seu aposto. Ligou o fonema, e ficaram alguns instantes em silêncio, ouvindo uma fonética  clássica, bem suave e gostosa. 

Prepararam uma sintaxe dupla para ele  e  um  hiato com gelo  para  ela. 

Ficaram conversando, sentados num vocativo, quando ele começou outra vez a se insinuar. Ela foi deixando, ele foi  usando  seu  forte  adjunto  adverbial,  e rapidamente  chegaram a um imperativo, todos os vocábulos diziam que iriam terminar num transitivo direto. 

Começaram a se aproximar, ela tremendo de vocabulário, e ele sentindo seu ditongo crescente: se abraçaram, numa pontuação tão minúscula, que  nem  um período simples passaria entre os dois. 

Estavam nessa ênclise quando ela confessou que ainda era vírgula ele não perdeu o ritmo e sugeriu uma ou outra soletrada em seu apóstrofo. 

É claro que ela se deixou levar por essas palavras, estava totalmente oxítona às vontades dele, e foram para o comum de dois gêneros. Ela totalmente voz passiva, ele voz ativa.

Entre  beijos, carícias, parônimos e substantivos, ele foi avançando cada
vez  mais:  ficaram  uns  minutos  nessa  próclise, e ele, com todo o seu
predicativo do objeto, ia tomando conta.







Estavam na posição de primeira e segunda pessoas do singular, ela era um
perfeito  agente da passiva, ele todo paroxítono, sentindo o pronome do seu
grande travessão forçando aquele hífen ainda singular. 


Nisso a porta abriu repentinamente. Era o verbo auxiliar do edifício. Ele tinha percebido tudo, e entrou dando conjunções e adjetivos nos dois, que se encolheram gramaticalmente, cheios de preposições, locuções e exclamativas. 

Mas ao ver aquele  corpo  jovem, numa acentuação tônica, ou melhor, subtônica, o verbo auxiliar  diminuiu  seus advérbios e declarou o seu particípio na história.

Os  dois  se olharam, e viram que isso era melhor do que uma metáfora por
todo o edifício. O verbo auxiliar se entusiasmou, e mostrou o seu adjunto
adnominal. 


Que loucura, minha gente. Aquilo não era nem comparativo: era um
superlativo absoluto. Foi se aproximando dos dois, com aquela coisa
maiúscula, com aquele predicativo do sujeito apontado para seus objetos.


Foi  chegando cada vez mais perto, comparando o ditongo do substantivo ao
seu tritongo, propondo claramente uma mesóclise-a-trois.  


Só que as condições eram estas: enquanto abusava de um ditongo nasal, penetraria ao gerúndio  do  substantivo, e culminaria com um complemento verbal no artigo feminino.  

O substantivo, vendo que poderia se transformar num artigo indefinido depois dessa, pensando em seu infinitivo, resolveu colocar um ponto final na história: 

Agarrou o verbo auxiliar pelo seu conectivo, jogou-o pela janela e voltou ao seu trema, cada vez mais fiel à língua portuguesa, com o artigo feminino colocado em conjunção coordenativa conclusiva."



Como Tratar Bandidos ?

Vejam o que fazem onde não existem "poetas" defendendo bandidos......


Joe Arpaio é o xerife do Condado de Maricopa no Arizona já há bastante tempo e continua sendo re-eleito a cada nova eleição. Saiba por quê:

Ele criou a "cadeia-acampamento", que são várias tendas de lona, cercadas por arame farpado e vigiado por guardas como numa prisão normal.




Baixou os custos da refeição para 40 centavos de dólar que os detentos, inclusive, tem de pagar.

Proibiu fumar, não permite a circulação de revistas pornográficas dentro da prisão e nem permite que
os detentos pratiquem halterofilismo.

Começou a montar equipes de detentos que, acorrentados uns aos outros, (chain gangs), são levados à cidade para prestarem serviços para a comunidade e trabalhar nos projetos do condado.

 Para não ser processado por discriminação racial, começou a montar equipes de detentas também, nos mesmos moldes das equipes de detentos.


 



  Cortou a TV a cabo dos detentos, mas quando soube que TV a cabo nas prisões

 era uma determinação judicial, religou, mas só entra o canal do Tempo e da Disney.

Quando perguntado por que o canal do tempo, respondeu que era para os detentos
saberem que temperatura vão enfrentar durante o dia quando estiverem  prestando serviço na comunidade, trabalhando nas estradas, construções, etc.

Em 1994, cortou o café, alegando que além do baixo valor nutritivo, estava protegendo os próprios detentos e os guardas que já haviam sido atacados com café quente por outros detentos, sem falar na economia aos cofres públicos de quase US$ 100,000.00/ano.

Quando os detentos reclamaram, ele respondeu:
  - Isto aqui não é hotel 5 estrelas e se vocês não gostam, comportem-se como homens e não voltem mais.

  Distribuiu uma série de vídeos religiosos aos prisioneiros e não permite quaisquer outros tipos de vídeo na prisão.
 Perguntado se não teria alguns vídeos com o programa do partido democrata para distribuir aos detentos, respondeu que nem se tivesse, pois provavelmente essa era a causa da maioria dos presos ali estarem.

 Com a temperatura batendo recordes a cada semana, uma agencia de noticias publicou:
 Com a temperatura atingindo 116 F, (47 C), em Phoenix no Arizona, mais de  2000 detentos na prisão acampamento de Maricopa tiveram permissão de tirar o uniforme da prisão e ficar só de shorts,
(cor de rosa), que os detentos recebem do governo.





 Na última quarta feira, centenas de detentos estavam recolhidos às barracas,
 aonde a temperatura chegou a atingir a marca de 138°F, (60°C).
 Muitos com toalhas cor de rosa enroladas no pescoço estavam completamente encharcados de suor.

Parece que a gente está dentro de um forno, disse James Zanzot que cumpriu pena nessas tendas por um ano.
 Joe Arpaio, o xerife durão que inventou a prisão-acampamento, faz com que os detentos  usem uniformes cor-de-rosa e não faz questão alguma de parecer simpático.

  Diz ele aos detentos:
 - Nossos soldados estão no Iraque onde a temperatura atinge 120°F (50°C), vivem em tendas iguais a vocês, e ainda tem de usar fardamento, botinas, carregar todo o equipamento de soldado e, além de tudo, não cometeram crime algum como vocês, portanto calem a boca e parem de reclamar".

  É isso ai Xerife...

Se houvessem mais prisões como essa, talvez o número de criminosos e reincidentes diminuísse consideravelmente.

Criminosos têm de ser punidos pelos crimes que cometeram e não serem tratados  a pão-de-ló, tendo do bom e melhor, até serem soltos pra voltar a cometer os mesmos crimes e voltar para a vida na prisão, cheia de regalias e reivindicações.

Muitos cidadãos honestos, cumpridores da lei, e pagadores de impostos não tem, por vezes, as mesmas regalias que esses bandidos tem na prisão.
 

Primeiro eles roubaram nos sinais, mas não fui eu a vítima



Maiakovski
Poeta russo "suicidado" após a revolução de Lenin… escreveu, ainda no início  do século XX :

Na primeira noite, eles se aproximam e colhem uma flor de nosso jardim.
E não dizemos nada.
Na segunda noite, já não se escondem, pisam as flores, matam nosso cão.

E não dizemos nada.
Até que um dia, o mais frágil deles, entra sozinho em nossa casa, rouba-nos a lua, e, conhecendo nosso medo, arranca-nos a voz da garganta.
E porque não dissemos nada, já não podemos dizer nada.


Depois de Maiakovski…

Primeiro levaram os negros
Mas não me importei com isso
Eu não era negro
Em seguida levaram alguns operários
Mas não me importei com isso
Eu também não era operário
Depois prenderam os miseráveis
Mas não me importei com isso
Porque eu não sou miserável
Depois agarraram uns desempregados
Mas como tenho meu emprego
Também não me importei
Agora estão me levando
Mas já é tarde.
Como eu não me importei com ninguém
Ninguém se importa comigo.
Bertold Brecht (1898-1956) 


Um dia vieram e levaram meu vizinho que era judeu.
Como não sou judeu, não me incomodei.
No dia seguinte, vieram e levaram  meu outro vizinho que era comunista.
Como não sou comunista, não me incomodei .
No terceiro dia vieram e levaram meu vizinho católico.
Como não sou católico, não me incomodei.
No quarto dia, vieram e me levaram;
já não havia mais ninguém para reclamar...
Martin Niemöller, 1933
- símbolo da resistência aos nazistas.


Primeiro eles roubaram nos sinais, mas não fui eu a vítima,
Depois incendiaram os ônibus, mas eu não estava neles;
Depois fecharam ruas, onde não moro;
Fecharam então o portão da favela, que não habito;
Em seguida arrastaram até a morte uma criança, que não era meu filho...
Cláudio Humberto, em 09 FEV 2007


O que os outros disseram, foi depois de ler Maiakovski.
Incrível é que, após mais de cem anos, ainda nos encontremos tão desamparados, inertes, e submetidos aos caprichos da ruína moral dos poderes governantes, que vampirizam o erário, aniquilam as instituições, e deixam aos cidadãos os ossos roídos e o direito ao silêncio : porque a palavra, há muito se tornou inútil…

- até quando?...